01
Screenshot-2021-07-05-at-13.01.54
Project 2014/2015 - A visão de empreender por propósito.

Paulo Humaitá é impactado durante um evento no exterior. Ele passa a compreender que: “minha carreira na verdade não é minha”. Sente-se chamado e desafiado a iniciar uma transição, procura mentorias locais e globais, além de se envolver mais afundo com o ecossistema de empreendedorismo e inovação, comunidade onde encontra pessoas dispostas a trabalharem juntos em um - ainda desconhecido e incerto - desafio.

02
2
2016 - Errar muito, aprender muito.

Fundadores deixam suas atividades CLT e outros projetos para dedicação exclusiva à Bluefields. Cerca de 20 negócios são acelerados com muitos aprendizados, apesar disso, nenhum deles têm o sucesso esperado. O primeiro ciclo trianual do planejamento estratégico é realizado (2017-2019).

03
3
2017 - All-in, é tudo ou nada!

Apesar das tentativas do ano anterior, é a partir daqui que a Bluefields é oficialmente fundada e o primeiro programa de aceleração lançado - The Big Bam! #1 - com 6 startups. Parceria é fechada com Sinapis Group, rede global de aceleradoras e captação de investimento para os primeiros três anos.

04
4
2018 - Incertezas exponenciais...

Três novos programas de aceleração são lançados - The Big Bam! #2, 3 e 4! Porém a aceleradora enfrenta uma de suas maiores crises, resultado da saída de dois founders que retornaram ao mercado de trabalho, e da complexidade do modelo de negócio.

05
5
2019 - Geografia ilimitada para inovar

2019 foi o ano da grande reinvenção da aceleradora. Uma nova Bluefields surgiu. Com novas soluções, tanto para startups (Sparks) como para inovação aberta e transformação digital em grandes empresas (Corporate), a Bluefields passa a cobrir uma maior amplitude da jornada empreendedora . Todas as metas do Plano Estratégico 2017-2019 são batidas.

06
6
2020 - O segundo looping da montanha-russa

No ano marcado pela pandemia, a Bluefields se reinventa mais uma vez. Cuida de pessoas, do ecossistema e adapta sua estratégia. Desempenha papel-chave nos maiores programas de experiência digital e tríplice-hélice do Brasil - Digital Transformation Experience (DTX) e Núcleos de Pesquisa Orientada a Problemas em São Paulo (NPOP-SP).

07
7
2021 - Mais global, mais impacto, mais relevante

Bluefields entra em 2021 cheia de propósito e metas ousadas, está pronta para crescer com um time incrível e com uma cultura consolidada. Projetos como Acelera Brasil, que tem como objetivo ajudar 300 empreendedores espalhados pelo país (e no exterior) a validarem suas inovações, e parcerias consolidadas com grandes empresas, fazem da Bluefields uma acelerada referência em biodigital, nanotecnologia e educação.